Accueil du site - Contact

Resistir ao ódio [declaração do Congresso das Liberdades do Iraque]

Um grupo armado fez explodir um dos santuários mais sagrados do islão chiita no Iraque, desencadeando reacções furiosas. Em Bagdade, um outro grupo atacou pelo menos cinco mesquitas sunitas, tendo depois incendiado numerosos veículos do ministério do interior, durante uma expedição de represálias. Outros confrontos foram assinalados em várias cidades. Estas violências agravaram o clima de medos e de tensões, num país onde toda a gente teme uma guerra civil entre sunitas e chiitas.

O que está a acontecer hoje no Iraque, a carnificina organizada pelos gangues sectários, é o produto da política das forças de ocupação. Elas impuseram uma divisão étnica e religiosa à população iraquiana, servindo-se dos governos que se sucederam e graças à nova constituição.

Os assassínios com carácter étnico ou religioso, os ataques a mesquitas ou igrejas, fazem parte de uma estratégia política, levada a cabo por gangues sectários que se aproveitam da situação actual para desencadear a guerra civil. A presença das forças de ocupação dá-lhes o pretexto para assim agirem.

O Congresso das Liberdades do Iraque condena firmemente o ataque aos locais sagrados seja de que religião for. Apela à população iraquiana para não se deixar envolver pela dinâmica sectária. Este conflito não tem nada que ver com os verdadeiros interesses do povo. Apenas inocentes pagarão o preço.

Para readquirir o bem-estar, a segurança e a liberdade, é preciso que as tropas de ocupação se vão embora e que um governo não-étnico e não-religioso seja estabelecido. é por este motivo que o Congresso das Liberdades no Iraque apela a população iraquiana a juntar-se a ele e a proclamar, não a sua identidade sunita ou chiita, mas a sua identidade humana.

Congresso das Liberdades no Iraque (IFC), 22 de Fevereiro 2006
http://luta-social.blogspot.com/

Traductions
English
Italiano
Deutsch
Castellano
Other
Português

Thèmes
Situation sociale
Mouvement social
Femmes
Laïcité
Vie de l’asso
Résistances
Moyen Orient
Occupation
Analyses
Réfugié-es
Actions
Témoignage
Photo
Prisons
International
Minorités sexuelles

Auteurs
Fédération des conseils ouvriers et syndicats en Irak
Congrès des libertés en Irak
Solidarité internationale
Parti communiste-ouvrier d’Irak
Fédération internationale des réfugiés irakiens
Yanar Mohammed
Solidarité Irak
Nicolas Dessaux
Houzan Mahmoud
Stéphane Julien
Olivier Théo
Falah Alwan
Bill Weinberg
Organisation pour la liberté des femmes en Irak
Mansoor Hekmat
Azar Majedi
SUD Education
Camille Boudjak
Parti communiste-ouvrier du Kurdistan
Karim Landais
Muayad Ahmed
Richard Greeman
Tewfik Allal
Alexandre de Lyon
Fédération irakienne des syndicats du pétrole
Yves Coleman
Olivier Delbeke
Regroupement révolutionnaire caennais
Vincent Présumey

Dernières nouvelles
- Important New Support for OWFI’s Work from European Funders(OWFI - 12 février 2017)
- Bread Baking Stoves and Supplies Empower Women in IDP Camp to Feed and Support Many Others(OWFI - 12 février 2017)
- OWFI Sheltering More Women than Ever Before(OWFI - 12 février 2017)
- The city of Mosul is devastated.(OWFI - 12 février 2017)
- In Conversation : Yanar Mohammed on trafficking in Iraq(OWFI - 22 juin 2016)
- From where I stand : Yanar Mohammed(OWFI - 22 juin 2016)
- OWFI Statement(OWFI - 19 mars 2016)
- OWFI held the founding event of organizing a Black-Iraqi Women’s gathering on 16th of February(OWFI - 19 mars 2016)